EA Sports F1 24 – Review

EA Sports F1 24

Compartilhe

Assim como o EA Sports FC, a franquia de jogos da Fórmula 1 também tem sua participação anual na indústria. Este ano, a Codemasters lançou a nova edição de EA Sports F1 no dia 21 de maio.

Disponível para PS5/PS4, Xbox Series/Xbox One e PC, a nova edição não apresentou tantas evoluções em comparação com o jogo do ano passado, o que levanta a questão de se vale a pena investir no game deste ano.

- PUBLICIDADE -

Além do pouco conteúdo, F1 24 deu um passo para trás em termos de apresentação visual e realismo na hora de pilotar os famosos carros. Antes de dar meu veredito, vou detalhar cada aspecto do novo EA Sports F1 24.

A volta do ‘Modo Carreira’ tradicional

Depois de introduzir um modo campanha na edição do ano passado, a Codemasters decidiu descontinuar a ideia de uma história empolgante com novos personagens. A campanha de F1 23 foi uma das grandes adições do jogo, trazendo algo diferente para a franquia e servindo como entretenimento para jogadores casuais.

Contudo, para este ano, parece que a Codemasters decidiu voltar ao padrão do modo carreira anterior à parceria com a EA, resultando em uma experiência pouco imersiva com NPCs mecanizados e um sistema de diálogos ineficaz. Talvez esse retorno ao padrão seja uma tentativa de agradar aos fãs tradicionais da série, que não se entusiasmaram com a inovação do ano passado. Outra possibilidade é que a criação de uma campanha requer recursos adicionais, e a EA pode não ter estado disposta a fazer tal investimento, o que pode ter impactado todos os segmentos do jogo.

- PUBLICIDADE -

Portanto, na edição deste ano, temos um modo carreira que coloca o jogador na pele dos atuais pilotos da Fórmula 1. Os jogadores podem correr como seus heróis e desenvolver suas estatísticas e reputação.

Uma “maneira nova” de jogar

Ademais, há uma maneira totalmente nova de experimentar o modo carreira do F1 24 com o Carreira de Desafio, onde você assume o papel de um piloto e equipe existentes, enfrentando eventos idênticos para todos os jogadores. Concluir esses eventos renderá pontos e um lugar na tabela de classificação global.

Além disso, há o modo carreira para dois jogadores, que inclui todos os novos recursos do modo para um jogador. Neste modo, os jogadores podem formar uma parceria com um amigo para jogar cooperativamente na mesma equipe da F1 ou competitivamente como rivais em equipes diferentes.

Em resumo, apesar das diversas formas de entreter os jogadores, não há nada de realmente novo ou evolutivo dentro desse modo, que há anos segue a mesma fórmula sem inovação. Embora a franquia se baseie nas corridas, e isso de fato seja o mais importante, a inovação é sempre bem-vinda. No entanto, isso dificilmente acontecerá em um mercado onde o EA Sports F1 não enfrenta concorrência. Tudo o que você viu nos últimos anos estará presente de forma igualmente desinteressante.

Embora haja um esforço para dar profundidade com modos onde o jogador pode ser tanto o piloto quanto o dono de uma equipe, tudo acaba sendo mais do mesmo.

F1 World pode ser uma ótima alternativa ao fadado modo carreira

Continuando os feitos do ano passado, o F1 World traz uma experiência que lembra muito a estrutura de corridas de Gran Turismo e Forza, onde o jogador participa de corridas e desbloqueia XP, peças, pontos e outros itens para melhorar seu veículo. Além disso, há até corridas com licenças específicas, e para obter essas licenças, você deve ter um bom desempenho nas pistas.

A ideia por trás do novo F1 World é promissora e tem potencial para evoluir. Para este ano, a Codemasters adicionou um novo recurso chamado Fanzone. Este recurso permite que os jogadores participem de uma liga por tempo limitado, alinhando-se com seu time e piloto favoritos durante uma temporada de Podium Pass.

A ideia por trás do Fanzone é promover um senso de comunidade à medida que os jogadores trabalham em prol de objetivos compartilhados e competem por Fan Points em vários modos.

Se o modo carreira não te agrada mais, o F1 World é o entretenimento mais convidativo para quem não busca pelo competitivo e um excelente ponto de entrada para os jogadores casuais. Seu sistema de progressão é recompensador e desafiador. Como uma franquia anual, este modo tem tudo para evoluir a cada nova edição, com adições que prolonguem sua vida útil com novos modos e recompensas.

E a evolução?

F1 23 trouxe uma boa evolução no visual de seu modo carreira, com a adição de uma campanha, além de um salto gráfico em relação aos games anteriores. E para este ano, o que houve de evolução?

Se você busca um salto gráfico, este não será o caso. Com uma apresentação agradável no ano passado, uma janela de um ano é pouco para uma mudança significativa nos gráficos de qualquer franquia, não somente de EA Sports F1.

Entretanto, após os visuais de F1 23, a versão deste ano se mostrou bem abaixo do que vimos na edição anterior. Minha experiência em F1 24 aconteceu no PS5 (obrigado EA e Codemasters pela cópia da chave), e o que me foi apresentado não me agradou visualmente.

Embora a EA tenha compartilhado que os pilotos de 2024 passaram por uma renderização completa do cabelo e melhorias significativas nos sombreadores de olhos e pele, o resultado final está bem abaixo do que F1 23 apresentou no ano passado.

Meu palpite é que, como no ano passado houve um modo campanha, foi necessário um maior apelo visual, e esse esmero seguiu para os modelos dos rostos dos pilotos oficiais da Fórmula 1 e do modo carreira tradicional. Este ano, por sua vez, como não havia necessidade de um modo campanha, não houve um grande apelo gráfico.

Isso vai impactar os jogadores que passaram meses jogando a edição anterior, ao presenciarem um visual inferior e com menos detalhes do que o F1 23.

Ademais, apostando em uma evolução que alcança os tipos de pneus, dirigibilidade e modelo aerodinâmico, F1 24 tenta nos convencer de que há algo novo, mas isso não se concretiza de maneira significativa. Contudo, a edição deste ano trouxe um sério problema na dirigibilidade.

Enquanto você dirige e entra nas curvas, seu veículo não apresenta um realismo consistente a cada nova curva. É difícil explicar a animação do veículo, mas, tentando esclarecer, é como se o veículo deslizasse ao entrar na curva, em vez de fazer uma curva com uma animação realista. Este problema compromete a experiência da EA Sports F1. É esperado um patch no Day One que resolva este problema.

Em suma, as mecânicas de dirigibilidade estão bem abaixo do que joguei no ano passado, o que é estranho para uma edição que promete evoluções, mas entrega retrocessos.

Mas afinal, EA Sports F1 24 é tudo isso mesmo?

EA Sports F1 24 traz um contraste significativo se comparado com a versão do ano passado. Não há nada de novo que represente uma evolução da edição anterior. Além disso, essa falta de inovação é acompanhada por uma mecânica de dirigibilidade que ficou bem abaixo do que vimos anteriormente.

Ademais, o F1 World se mostrou ser o entretenimento mais vantajoso para os jogadores casuais, enquanto o multiplayer cumpre seu papel de maneira semelhante às edições anteriores.

Em conclusão, a edição 2024 do EA Sports F1 não justifica o preço pelo qual está sendo lançado no mercado. É recomendável esperar por uma promoção e por patches que melhorem a experiência inicial.

VEREDITO: EA Sports F1 24 é um retrocesso a edição 2023 da franquia que trouxe evoluções gráficas e nas mecânicas de direção. Para este ano temos uma versão com adições tímidas e que não valem sua alta precificação. EA Sports F1 está seguindo o mesmo rumo do EA Sports FC. O que é lamentável. Jão

7
von 10
2024-05-29T15:32:41-0300

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LIVES

TODOS OS DIAS

O melhor conteúdo do mundos dos Games para você! São LIVES diárias com os melhores jogos de luta, Últimos Lançamentos, Notícias, Temporadas da “Guerra das Torres (Mortal Kombat)” e da “Guerra das Ruas (Street Fighter)” com os melhores players do momento e muito mais! É só colar e mandar aquele “Salve”