Age of Empires IV é a experiência definitiva do gênero RTS | Análise

Age of Empires IV

Compartilhe

A espera valeu a pena 

A espera por um novo Age of Empires foi grande. A última aparição de um dos precursores do gênero RTS aconteceu em 2005 com Age of Empires III. Portanto, já se passaram 16 anos que os fãs esperam por um retorno enquanto novas experiências dentro do RTS surgiram ano após ano. Dito isso, não há mais o que esperar, Age of Empires IV já está entre nós e estou certo de que o retorno da franquia, após mais de uma década, foi com chave de ouro.

Portanto, com lançamento em 28 outubro, inicialmente, para Windows 10, via Game Pass, a espera valeu a pena, pois AoE IV é tudo aquilo que os fãs esperavam.

Viajar pela história nunca foi tão imersiva

- PUBLICIDADE -

Quando falamos de AoE, a primeira coisa que nos vem à cabeça é reviver grandes conflitos históricos que moldaram a história pela qual conhecemos hoje. Assim, o quarto título da série consegue dar mais densidade e imersão aos eventos abordados nesta nova entrada e conseguiu mesclar com todo seu clássico sistema de gameplay refinado e realista.

Age of Empires IV

Deste modo, a cada novo ato, ou nova era se assim dizer, uma bela cinemática em live-action tenta nos levar ao que temos hoje com o que aconteceu anos atrás. E o resultado, é uma viagem deliciosa a eventos, em sua maioria, desconhecidos por nós contados de uma forma envolvente e muito bem adaptado na dinâmica de gameplay.

- PUBLICIDADE -

Assim, em Age of Empires IV, os eventos retratados são ambientados na Idade Média. Entre outras, haverá uma campanha contando uma história sobre a conquista normanda da Inglaterra. Dito isso, espere por uma inesquecível viagem no tempo a uma das eras mais importantes da história da humanidade 

A mesma fórmula, porém atualizada. 

Para quem conhece Age of Empires de longa data sabe como funciona toda a dinâmica que gira em torno da progressão do game. Assim, criar aldeões; construir casas e estabelecimentos; ir atrás de matérias; e construir monumentos, mesmo em 2021, são tão comuns quanto eram em 1997.

As mecânicas de AoE IV migraram do segundo título da série, considerado por muitos o melhor da franquia, onde temos um total de 8 civilizações (Dinastia Abássida, Chinesa, Sultanato de Délhi, Francesa, Inglesa, sagrado Império Romano, Mongóis e Rus. Num total de quatro campanhas (Os normandos, A Guerra dos Cem Anos, O império mongol e A ascensão de Moscou) somos apresentados a mecânicas padrões dos games de estratégia deste estilo, porém o grande diferencial é o toque no visual aprimorado do ambiente onde há mais detalhes e realismo em toda ação na hora de você construir cada uma das civilizações.

Em suma, embora o padrão de Age of Empires esteja ali por natureza, AoE IV dá um brilho, uma sostificação às mecânicas e ao level design.

O retorno de Age of Empires ainda não é para todo mundo

Age of Empires IV, assim como todo RTS tem um público alvo. Assim, se você é um jogador de primeira viagem, lhe aconselho ser paciente, sobretudo, estratégico. Pois, cada escolha no game é fundamental para seu avanço. Mas se você não se encaixa nesse estilo, recomendo que passe longe desse game, pois mesmo após 16 anos sem dar as caras seu retorno não traz consigo qualquer esperança de ser mais acessível ou de ressignificar seus padrões para alcançar um novo público. Age of Empires IV é o que a franquia sempre foi só que mais moderno visualmente e na forma de se contar uma história sobre os grandes conflitos da humanidade.

Portanto, não espere moleza. Se de fato, você que embarcar nesta aventura se deixe levar por longuíssimos tutoriais e longas e inúmeras horas de jogatina por cada era histórica.

Mas afinal, Age of Empires IV é tudo isso mesmo?

Foram 16 anos desde a última aparição da franquia. E finalmente Age of Empires IV veio à luz e trouxe aquilo que os fãs queriam que fosse, uma experiência definitiva do gênero de estratégia. E, de fato, o game é isso, tanto em sua forma de retratar todos os eventos históricos, similar a um documentário, quanto na hora de pôr a mão na massa e construir seu Império. 

AoE IV é atencioso, sobretudo, generoso ao seu fã que a mais de uma década o esperou. E o que temos é um produto fiel e modernizado respeitando seus padrões, onde seu grande intuito é satisfazer seu público.

Confira mais:

Call of Duty: Vanguard capricha em seu modo campanha, mas desliza no segmento online | Análise

Forza Horizon 5 leva a diversão da franquia para o México | Análise

Compartilhe

- PUBLICIDADE -

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LIVES

TODOS OS DIAS

O melhor conteúdo do mundos dos Games para você! São LIVES diárias com os melhores jogos de luta, Últimos Lançamentos, Notícias, Temporadas da “Guerra das Torres (Mortal Kombat)” e da “Guerra das Ruas (Street Fighter)” com os melhores players do momento e muito mais! É só colar e mandar aquele “Salve”